ambientação para clínicas

5 dicas de ambientação para clínicas e consultórios

Os conhecimentos da área da saúde não são os únicos necessários na hora de montar uma clínica ou consultório. É preciso buscar fundamentos em outras áreas de saberes, para garantir que o paciente tenha uma boa experiência e deixe a clínica sentindo-se satisfeito.

Nesse sentido, um dos fatores que devem ser observados pelos donos dos estabelecimentos é a ambientação do espaço. A sala de espera e as salas de atendimento devem ser pensadas de forma a transmitir credibilidade e proporcionar acolhimento e conforto aos pacientes.

Para te auxiliar, no texto de hoje, daremos 5 dicas de ambientação para clínicas e consultórios. Acompanhe!

1. Conforto em primeiro lugar

Uma clínica bonita, bem organizada, com itens modernos e que trazem personalidade é um grande atrativo para os pacientes atendidos. Porém, nenhum desses fatores fará a diferença se o ambiente não for confortável.

Por isso, lembre-se de sempre colocar o conforto em primeiro lugar. O ideal é uni-lo à beleza, porém, quando não for possível, ele deve ser priorizado. É importante lembrar que muitos pacientes apresentarão limitações de saúde e movimentação.

Busque móveis de qualidade e ergonômicos. Outro ponto importante é organizar os ambientes de forma a facilitar a circulação de pessoas, inclusive para cadeiras de rodas.

2. Cores apropriadas

A escolha de cores para clínicas e consultórios deve ser feita com atenção, pois é um ponto de grande influência sobre as sensações que o paciente vivencia no ambiente.

É recomendado utilizar cores neutras como base, para não pesar o clima. Esses tons trazem uma sensação de tranquilidade e serenidade, o que é indispensável para que o paciente sinta-se bem antes e durante o atendimento. Utilizar apenas a cor branca traz sensação de frieza, por isso deve ser evitado.

3. Elementos decorativos

Utilizar elementos decorativos é uma forma de tornar o ambiente mais aconchegante, descontraído e vívido e de fugir da sensação de esterilidade e frieza presente em hospitais e outros estabelecimentos de saúde.

Podem ser utilizados quadros, plantas, fotografias e outras obras de arte. Mas tome cuidado com os exageros. Elementos muito chamativos, com cores berrantes e excesso de decoração podem interferir na credibilidade do profissional.

4. Itens de distração

O ideal é que os pacientes aguardem o mínimo de tempo possível para entrar na consulta, porém, algumas vezes terão de ficar alguns minutos a mais. Por isso, é imprescindível adicionar itens de distração, para que o tempo de espera torne-se mais agradável.

Algumas sugestões para distração são:

  • livros e revistas de interesse do público atendido na clínica ou consultório;
  • rede Wi-Fi liberada para os pacientes;
  • música ambiente calma;
  • televisão em volume baixo;
  • água, café, chás e biscoitos.

5. Títulos e diplomas

A exposição de diplomas e títulos recebidos é uma prática comum nas clínicas e consultórios de profissionais de saúde. Porém, é preciso equilibrar os itens que serão expostos, para não sobrecarregar o ambiente.

Para os profissionais médicos, é interessante expor o diploma de graduação, o diploma da residência médica e o título de membro da sociedade médica. Também é interessante colocar títulos de cursos realizados no exterior.

Lembre-se de atualizar os títulos expostos, com troca dos mais antigos pelos mais novos.

Investir na ambientação para clínicas e consultórios é um diferencial para os estabelecimentos de saúde e uma forma de conquistar os pacientes atendidos.

O que você achou dessas dicas de ambientação? Boas? Então compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude seus colegas a entenderem sobre o tema!

ebook-cta-horizontal-04-atendimento

Responder

*

Next Article6 erros bobos em clínicas que atrapalham a gestão do negócio