clínica aparecer em destaque no Google

5 dicas de como fazer sua clínica aparecer em destaque no Google

Para que um empreendimento tenha sucesso, as pessoas precisam conhecê-lo, certo? Nos tempos em que a internet está cada dia mais presente no dia a dia, nada melhor do que usá-la para fazer com que as pessoas cheguem até o seu site e conheçam seu trabalho. A grande dificuldade enfrentada é justamente fazer com que o site apareça com destaque em meio as mais diversas páginas indexadas nos buscadores. Mas você sabe como fazer sua clínica aparecer em destaque no Google?

Para entender melhor como funciona o mecanismo de busca e o que você deve fazer para que sua clínica apareça em destaque nessa plataforma, listamos 5 dicas valiosas de como melhorar a sua estratégia de marketing e aumentar suas visualizações. Confira!

1. Esteja no Google

Esta dica pode parecer meio óbvia, mas acaba se tornando o primeiro problema enfrentado com visualizações porque, muitas vezes, ao criar um domínio, ele não é localizado automaticamente pela plataforma do Google.

Para isso, você pode seguir alguns caminhos: o primeiro e mais rápido é ter um link que direcione para a sua URL. A segunda alternativa é cadastrá-lo manualmente no do Webmaster Tool, já a terceira é fazer um anúncio patrocinado na plataforma.

2. Produza conteúdo de qualidade

Uma estratégia gratuita e que pode trazer um retorno satisfatório em número de visualizações é o marketing de conteúdo. Diferente do marketing tradicional, essa estratégia visa atrair o usuário por meio da produção de conteúdo relevante, ou seja, um conteúdo que responda às suas dúvidas e questionamentos sobre um determinado tema.

Com isso, você poderá atrair mais visualizações, transformar essas visitas em possíveis pacientes e ainda gerar receita a partir dos cliques feitos na página. Para isso, procure conhecer quem é sua persona (resumidamente, é o tipo de público ideal), entenda quais são seus problemas e a partir daí, crie formas de resolvê-los.

3. Invista em boas imagens

Outra dica que pode mudar a percepção dos usuários é o uso de imagens de qualidade. Para isso, procure escolher fotos que sejam de boa resolução e que retratem a mensagem que você deseja transmitir para seus pacientes.

É importante destacar que os mecanismos de busca não reconhecem a imagem por si só, ou seja, é preciso otimizá-la. Isso pode ser feito acrescentado a palavra-chave na sua descrição, separada por hífen. Por exemplo: uma imagem sobre estratégias de marketing para clínica pode ser descrita como estratégias-de-marketing-para-clínicas.

4. Aplique estratégias de SEO

O SEO (Search Engine Optimization) é uma forma de melhorar o posicionamento do seu site nos mecanismos do Google. Assim, para que esse mecanismo ajude sua clínica a se manter em destaque, é preciso seguir algumas dicas básicas, mas com moderação. Confira:

  • utilize palavras-chave que se relacionem com o seu serviço e nome do seu site;
  • crie títulos interessantes utilizando a palavra-chave;
  • pense na forma como as pessoas buscam seu serviço e crie caminhos para isso;
  • produza conteúdo com qualidade;
  • faça link building — estratégia de uso de links internos de conteúdos do seu próprio site, para aumentar o fluxo de acessos.

5. Utilize ferramentas estratégicas

Existem algumas ferramentas, inclusive gratuitas, que podem ajudar a colocar as estratégias citadas em prática. Uma delas é o Google Meu Negócio — um conjunto de ferramentas da plataforma com o objetivo de auxiliar na divulgação das empresas, muito útil para negócios locais e negócios online. As principais vantagens dessa ferramenta são: ter acesso às estatísticas, maior interação com o público-alvo, presença digital e atualização do seu negócio.

E aí, gostou de entender melhor como aparecer no Google? Todas essas estratégias podem trazer um retorno muito positivo em termos de visualização e conversão. Por fim, lembre-se de sempre levar em conta a legislação do CFM para publicidade médica.

Se você quer entender melhor sobre esse assunto, baixe o nosso e-book sobre marketing para clínicas. Boa leitura!

Responder

*

Next ArticleAfinal, como a medicina centrada na pessoa pode ser aplicada?