investimento inicial

Como calcular o investimento inicial para sua clínica?

A maioria dos estudantes de medicina e dos médicos formados sonha em ter a própria clínica. A partir do momento em que isso se torna possível, muitas indagações tendem a aparecer. A principal delas é: “Como posso ser um bom gestor, sem formação profissional para tal? E como faço o investimento inicial?”.

Não é fácil se tornar um bom investidor e não acontecerá da noite para o dia. É preciso ter conhecimento de mercado, saber poupar e onde buscar ajuda, ter em mente como calcular e em que investir, ser altruísta e menos dependente.

Devido a essas necessidades, separamos algumas informações valiosas para que você dê o pontapé inicial nessa nova fase de vida e que, no futuro, possa dizer: “Sim, funcionou! Cheguei onde queria”. Então, confira estas dicas sobre como abrir uma clínica médica!

Definir o investimento inicial

Não importa se você já tem uma clínica ou se vai criar uma agora, é importante pensar em onde deve ser feita a maior parte do investimento e quais locais mais necessitam de uma clínica, para garantir o seu sucesso.

Para isso, vale a pena ter acesso a algumas informações, como:

  • Quantidade de pacientes por dia, semana e mês;
  • Valor médio das consultas;
  • Gastos mensais — por exemplo, com funcionários, luz, equipamentos, materiais, produtos hospitalares;
  • Marketing para atrair pacientes.

A partir do momento em que você tiver esses dados em mãos, fica mais fácil entender o que pode estar errado e resolver.

Lembre-se de que o investimento dificilmente tem retorno de maneira instantânea. Por isso, é preciso ter paciência e fazer um trabalho honesto e eficiente para que os resultados sejam positivos e de acordo com as estimativas.

Calcule o investimento

O cálculo de investimento é uma estratégia que permite a análise direta dos possíveis resultados, para obter um melhor direcionamento das aplicações. Dessa forma, é importante saber determinar os gastos gerais e o retorno sobre o investimento da clínica.

Muitas empresas e clínicas estão usando essas técnicas. A primeira se refere à soma simples de todo o gasto inicial do estabelecimento.

Já a segunda chama-se ROI (retorno sobre o investimento). O cálculo é realizado subtraindo-se os ganhos do investimento inicial e dividindo o valor encontrado pelo valor de investimento.

Antes de efetuar o cálculo, estabeleça a quantia de retorno esperado, pois assim você terá melhor interpretação do resultado — ou seja, se foi ou não um bom investimento.

Vale ressaltar que o investimento inicial refere-se a tudo aquilo que foi gasto, desde equipamentos até marketing e decoração da clínica.

Busque ajuda tecnológica

Existem, hoje em dia, muitos softwares de gestão de clínicas médicas que facilitam os sistemas nos estabelecimentos de saúde. São ferramentas que auxiliam na questão financeira, administrativa, entre outras.

Essas inovações tecnológicas tendem a ocorrer online, ou seja, você tem acesso em qualquer lugar. Dessa forma, fica mais fácil e palpável a organização de documentos, prontuários, boletos, dentre outras informações muito importantes para gerenciar a clínica e otimizar o trabalho da secretária.

Além disso, há muitos softwares que podem ser personalizados e que condizem com ferramentas e soluções específicas para a sua clínica. Desse modo, o gestor terá mais tempo para se especializar, tornar o escritório cada vez mais bonito, moderno e ideal para os pacientes, podendo — consequentemente — cobrar mais pelas consultas.

Fique atento aos aspectos burocráticos

Uma das dicas mais importantes para quem quer descobrir como abrir uma clínica médica é ficar atento quanto aos aspectos burocráticos — especialmente em um país como o Brasil, que não costuma facilitar a vida dos seus empreendedores. Além da parte técnica da medicina e do funcionamento do ambiente, é preciso cuidado para estar dentro da lei.

Tenha certeza de que o local no qual você pretende abrir o consultório permite tal atividade e que isso esteja previsto expressamente no contrato de locação. Observe também o estoque de suprimentos e não hesite em questionar seus fornecedores quanto à importância dos prazos de entrega.

Invista no marketing da clínica

Investir em marketing também é muito importante para você que deseja aprender como abrir uma clínica médica. A área de saúde está cada vez mais concorrida, e quem não apostar em uma excelente publicidade terá dificuldades de vencer a concorrência e poderá ter problemas para manter o empreendimento de portas abertas.

Uma boa ideia é utilizar o marketing digital, especialmente se os seus recursos para esse departamento não forem muito extensos. As redes sociais, quando bem utilizadas, podem ser uma arma poderosa, bem como um blog com conteúdos relevantes sobre a área na qual você atua.

Ofereça um ambiente confortável

Um detalhe importante quanto às clínicas médicas, mas que pode passar despercebido até mesmo por bons profissionais do ramo, é que as pessoas que serão atendidas costumam passar mais tempo na sala de espera do que dentro do consultório propriamente dito. Por isso, oferecer um ambiente confortável é essencial.

O ar-condicionado é muito importante e confere um ar de seriedade e modernidade para a empresa. Outro item que pode ser de grande valia é uma máquina de café. Não se esqueça também de deixar livros, revistas e jornais atualizados, pois eles ajudam a distrair os pacientes, que podem estar ansiosos.

Tenha um atendimento humanizado

Em tempos nos quais as pessoas estão valorizando cada vez mais o seu bem-estar, oferecer um atendimento humanizado é uma estratégia eficaz não apenas para melhorar a sua relação médico-paciente, como também para ampliar as suas possibilidades de receber um bom marketing boca a boca do seu público.

Sendo assim, procure ser atencioso e escutar o que as pessoas têm a dizer — mesmo que, em um primeiro momento, isso não pareça relevante para o quadro clínico. Outras ações, como recebê-los na porta do consultório e olhar nos olhos enquanto fala, também ajudam a estreitar o relacionamento.

Como podemos perceber, ter um bom planejamento na hora de abrir uma clínica médica é uma atitude indispensável para que tudo saia dentro do que é esperado e você possa ter sucesso nessa empreitada.

Além de calcular adequadamente o investimento inicial, é muito importante que você não se esqueça do aspecto burocrático do negócio, assim como o atendimento e o ambiente que estará proporcionando aos seus pacientes. Desta forma, seu empreendimento poderá ter sucesso em uma área tão concorrida e complexa quanto o setor de saúde.

Gostou deste artigo? Agora que você já sabe como abrir uma clínica médica, assine a nossa newsletter e confira outros conteúdos como este em primeira mão!

Responder

*

Next ArticleComo o setor de saúde está trabalhando com internet das coisas?