como-elaborar-um-planejamento-estrategico-para-uma-clinica-medica.jpeg

Como elaborar um planejamento estratégico para uma clínica médica?

Ter sucesso na administração de uma empresa da área de saúde é um tremendo desafio, especialmente em função desse segmento ser extremamente complexo, minucioso e envolver um grau técnico e científico elevado. Diante dessa realidade, saber como elaborar um planejamento estratégico para clínica médica pode ser muito interessante.

Esse tipo de estratégia é importante para os mais diversos ramos e permite, entre outras coisas, que os gestores ganhem mais conhecimento do negócio como um todo e possam ter mais embasamento na hora de tomar as decisões.

Quer descobrir como fazer isso e alavancar o seu negócio? Continue a leitura!

A realidade diária de uma clínica médica

Antes de compreender as razões para que você faça um planejamento estratégico, é interessante observar a realidade da grande maioria das clínicas do Brasil. Normalmente, esse tipo de empreendimento é administrado ou chefiado por um médico, que tem uma preparação muito boa em sua área, mas geralmente não sabe muito de gestão.

Embora essa situação seja muito habitual, ela não é o ideal, visto que uma empresa, mesmo quando voltada para a área de saúde, apresenta uma série de desafios específicos, que dificilmente serão vencidos por um indivíduo que tenha pouca ou nenhum conhecimento nas áreas de gerenciamento e de administração de negócios.

Planejamento estratégico

Depois de observar com mais cuidado a realidade de uma clínica médica, chegou a hora de compreender melhor o conceito de planejamento estratégico. Por definição, trata-se de da elaboração de uma series de ações após, análise minuciosa das características da organização, com o intuito de evitar erros e alcançar metas.

Em outras palavras, é quando uma empresa avalia seus processos gerenciais, reconhece a sua situação no momento e faz uma projeção do futuro. Com uma visão de médio e longo prazo, fica mais fácil prever mudanças de maneira que os gestores possam maximizar os lucros e, assim, conquistar um crescimento satisfatório.

É claro que o planejamento inicial sofrerá mudanças no decorrer tempo, mas é importante que a empresa mantenha o foco a ser alcançado.

Essa tática surgiu em meados dos anos 70, em função das dificuldades comuns da época, como a crescente crise dos preços do petróleo, a guerra fria, os altos índices de inflação e desemprego. Com tantos problemas, os empresários viram a necessidade de planejar melhor e fazer disso um processo contínuo, buscando melhores resultados.

Entender melhor o conceito de planejamento estratégico e a realidade das clínicas médicas em nosso país, é fundamental para que seu negócio prospere e aprimore os resultados obtidos. Para isso, é necessário destacar pontos importantes desta área:

Valores, missão e objetivos

O primeiro passo para qualquer planejamento estratégico é deixá-lo alinhado com o posicionamento da empresa, afinal, pouco adiantaria traçar planos para o futuro sem que eles estivessem em consonância com os gestores e fora de sintonia com a maneira pela qual o negócio encontra-se inserido em seu segmento.

Em linhas gerais, é importante definir a cultura organizacional, organizados em:

  • visão — o propósito e a essência da empresa;
  • missão — é o objetivo principal, a meta a ser alcançada;
  • valores — estão relacionados com os comportamentos praticados para isso.

Com esses dados em mãos, fica mais simples desenvolver e motivar os seus colaboradores, pois eles saberão ao certo em qual direção devem seguir e isso torna mais fácil até mesmo fazer cobranças eventuais. Além disso, é fundamental ter valores como ambição e disciplina, para implementar, gerenciar e seguir os processos definidos.

Domínio dos processos internos

Outro passo fundamental para fazer o planejamento estratégico em uma clínica médica é dominar os processos internos. É preciso, entre outras coisas, conhecer os pontos fortes e fracos em todos os setores, desde a recepção, passando pelos fornecedores e chegando até o interior do consultório propriamente dito.

Isso permite realinhar estratégias e definir quais são os aspectos que precisam ser aprimorados ou eliminados, além dos prazos e limites para que isso seja feito. Caso você julgue que a recepcionista seja pouco eficiente, por exemplo, coloque no plano a realização de um curso de aprimoramento, e assim por diante.

Conhecimento dos pacientes

O público-alvo, no caso de uma clínica médica, são os pacientes e, por isso mesmo, conhecê-los a fundo é muito importante para o seu planejamento estratégico, toda a tomada de ação deve ser em função da saúde e bem-estar do usuário. Com essa informação, você pode encontrar maneiras mais eficientes e interessantes de estar alinhado com as demandas, expectativas e necessidades dessas pessoas.

O objetivo principal de uma clínica médica é ter pacientes satisfeitos, não é mesmo? Eles são fonte de receita pois divulgam espontaneamente o seu negócio quando contentes. Para levantar o que eles pensam sobre seu negócio não é difícil! Existem maneiras distintas de fazer isso, como a elaboração de um questionário pós-consulta, a criação de uma caixa de sugestões ou o envio de um e-mail com perguntas.

Uso de ferramentas auxiliares

Por fim, o uso de ferramentas auxiliares é outra maneira de ganhar mais subsídios para o planejamento estratégico de uma clínica médica. Com os avanços da tecnologia e o aumento do número de soluções do gênero, é possível ter muito mais dinâmica na rotina, usando dados muito mais precisos sobre o empreendimento como um todo.

Um software, por exemplo, ajuda a centralizar as informações em um só local, possibilitando a visualização dos prontuários, dos agendamentos e até das cirurgias. Isso é algo extremamente valioso e traz praticidade não apenas para o profissional de saúde em si, mas também para as secretárias e para a própria gestão da empresa.

Além disso, alguns programas desse tipo possuem a capacidade de personalização, permitindo que seja possível configurá-lo de acordo com a especialização ou as necessidades do negócio. Dessa maneira, os usuários podem segmentar as funcionalidades ou até mesmo adquirir módulos para especialidades específicas.

Como você pode ver, o planejamento estratégico para clínica médica pode ser uma ferramenta muito interessante para quem deseja ter mais segurança e tranquilidade no caminho que levará a sua empresa rumo ao sucesso!

Gostou de aprender um pouco mais sobre o planejamento estratégico para clínica médica? Então confira também nosso outro artigo sobre a importância da atualização do cadastro de pacientes!

Responder

*

Next ArticleComo usar a tecnologia a favor da recepção de uma clínica médica