absenteísmo

Como reduzir o absenteísmo dos seus pacientes do consultório?

O absenteísmo é um dos principais problemas de todos os consultórios de profissionais de saúde. O paciente que falta a consulta sem avisar causa desperdício de tempo dos funcionários, espera desnecessária para outros pacientes e um horário vazio na agenda, que se refletirá como diminuição do lucro ao fim do mês.

Os motivos que levam o paciente a faltar são diversos: desorganização, esquecimento, recepção do consultório lotada, longas esperas para atendimento, impunidade após a falta, desconhecimento da importância da consulta de retorno e imprevistos são apenas alguns deles.

É importante que eles sejam investigados para que se possa buscar estratégias para combatê-los. Acompanhe o post de hoje para aprender algumas dicas de como reduzir o absenteísmo no consultório!

Tenha um bom relacionamento com os pacientes

A construção de um relacionamento empático e de confiança entre paciente e profissional de saúde contribui muito para a diminuição das faltas no consultório. Esta relação faz com que o paciente se sinta valorizado e valorize também o seu cuidado, assim buscando comparecer a todas as consultas e procedimentos.

Além disso, desenvolve-se também um sentimento de respeito e consideração. Mesmo que precise faltar, este paciente provavelmente avisará com antecedência para não causar transtornos ao consultório e garantir a remarcação do seu horário.

O bom relacionamento com o paciente traz outras vantagens, como:

  • melhoria da experiência do paciente no consultório;
  • melhoria da reputação do consultório e aumento das indicações de paciente;
  • maior comprometimento do paciente com o seu cuidado e melhores resultados de saúde.

Valorize a pontualidade

Buscar estratégias para reduzir o absenteísmo é compreender que o tempo dos profissionais do consultório é valioso, e por isso não pode nem deve ser desperdiçado. Para seguir essa lógica, é preciso aplicar os mesmos conceitos aos pacientes: todos os profissionais (recepcionistas, médicos e assistentes) precisam ser pontuais e evitar ao máximo se atrasar para consultas e deixá-los esperando.

Quando o profissional chega atrasado e faz o paciente esperar por 30 ou 40 minutos na recepção, isso passa a impressão de descaso com o atendimento e com o próprio paciente, o que faz com que ele crie um sentimento de raiva e desrespeito. O resultado de todo o processo são os atrasos constantes e faltas sem aviso, complicando ainda mais o ritmo do consultório.

Conte com o apoio da recepcionista

A recepcionista é a primeira funcionária que entra em contato com todos os pacientes do consultório e precisa estar preparada para atendê-los de forma profissional e atenciosa. Investir na sua escolha e treinamento é de extrema importância para garantir que o paciente terá uma boa experiência de atendimento, do início ao fim da consulta.

Uma boa recepcionista ajuda a diminuir as faltas no consultório por lidar com diversos fatores que influenciam o absenteísmo. Por exemplo:

  • ela é responsável por tirar as dúvidas dos pacientes e orientar quanto a data e horário das consultas subsequentes;
  • ela organiza a agenda do consultório e os atendimentos durante o dia;
  • ela orienta os pacientes quanto à política de faltas e atrasos do consultório.

Permita encaixes na agenda

Mesmo que todas as medidas possíveis sejam tomadas, ainda existirão pacientes que faltarão às consultas. Imprevistos acontecem e não há como evitar. Grande parte das vezes, a falta não será comunicada ou comunicada com pouca antecedência, o que impossibilita a marcação de um novo paciente para o horário.

Uma boa estratégia para diminuir as consequências ruins dessas ausências é o estabelecimento de fluxos no consultório que permitam o encaixe de pacientes durante o dia. É possível estabelecer 2 ou 3 encaixes diariamente, e esta possibilidade deve ser informada aos pacientes.

Desta forma, os pacientes que precisam de atendimento em menor tempo podem comparecer ao consultório para uma consulta sem marcação prévia, e o consultório preenche os horários vazios gerados pelas faltas.

Crie uma política para faltas

Todo consultório ou estabelecimento de saúde precisa criar uma política de faltas e atrasos, que deve ser de conhecimento de todos os pacientes. Esta é uma forma de explicar ao paciente a importância do comparecimento e as consequências das faltas e atrasos para os profissionais.

Alguns pontos que podem ser abordados nesta política:

  • determinação de prazo mínimo para o cancelamento de consulta, de forma que outro paciente possa ser marcado em seu lugar;
  • determinação de limite máximo de atraso para ser atendido;
  • imposição de taxa por excesso de cancelamentos sem aviso prévio;
  • bloqueio temporário de marcação para pacientes que faltarem sem aviso mais de X vezes.

É interessante também registrar as faltas e atrasos de cada paciente. Assim, é possível identificar os mais ausentes e traçar estratégias específicas para lidar com este grupo.

Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia é a grande aliada dos consultórios modernos. O contato por telefone com os pacientes no dia anterior para o lembrete da consulta é uma técnica que está se tornando obsoleta e até incômoda para alguns pacientes, além de consumir muito tempo da secretária.

Um software de gestão médica eficiente é o principal elemento de ajuda para a diminuição das faltas. Esses sistemas contam com ferramenta de agenda online que facilita a programação de datas em todas as etapas: marcação, remarcação e lembretes de consultas. Implantar um no consultório é essencial para melhorar a organização dos atendimentos.

Suas principais funcionalidades são:

  • envio automático de SMS ou e-mail com lembretes e confirmação de consultas para todos os pacientes marcados;
  • fácil visualização e acesso dos horários vagos gerados por desmarcação de consultas, com facilidade para marcação de novo paciente;
  • prontuário eletrônico contendo todas as informações do paciente, incluindo ausências e atrasos às consultas;
  • registro digital do número de faltas no mês.

O grande desejo dos consultórios é o de diminuir o absenteísmo no dia a dia de atendimento. E isto pode ser possível por meio destas dicas, que devem ser aplicadas o quanto antes. Lembre-se também de que é importante manter uma comunicação direta com o paciente para descobrir os motivos das ausências.

E aí, o que você achou destas dicas de como reduzir o absenteísmo dos pacientes? Gostou? Então aproveite para compartilhar este texto nas suas redes sociais e ajudar os seus amigos!

ebook-cta-horizontal-02-software

Responder

*

Next ArticleAprenda a conciliar vida profissional e pessoal para ter mais sucesso