conheca-os-6-principais-desafios-na-gestao-de-clinicas-medicas.jpeg

Conheça os 6 principais desafios na gestão de clínicas médicas

Empreender no Brasil é uma ação extremamente desafiadora — especialmente se você atuar na área de saúde, que é bastante complexa e tem características muito peculiares. Dentro dessa realidade, separar um tempo para compreender melhor quais são os principais desafios na gestão de clínicas médicas pode ser fundamental.

O lado bom da história é que, embora você possa sentir algum receio de entrar nesse mercado, há também boas perspectivas de lucros, principalmente quando se adota as estratégias adequadas para otimizar processos e fidelizar os pacientes.

Quer descobrir como fazer isso e quais são as seis principais dificuldades encontradas? Confira o conteúdo a seguir!

1. Fazer um bom controle financeiro

Fazer um bom controle financeiro é, sem sombra de dúvidas, um dos desafios na gestão de clínicas médicas, afinal os recursos desse tipo de empreendimento são naturalmente limitados, mas os custos de funcionamento não são nada baixos. Sendo assim, conseguir um gerenciamento estratégico dos gastos é fundamental.

É preciso ter total atenção quanto ao que sai e entra no caixa, reduzindo o risco de contas ou gastos que passem despercebidos e culminem em dívidas ou juros desnecessários. Para conseguir isso, uma boa tática é investir em tecnologia e contar com uma plataforma de gestão que possibilite um acesso fácil e eficaz.

O mercado oferece excelentes soluções do gênero. Tais softwares permitem não apenas que você centralize todos os dados e informações sobre o aspecto orçamentário do negócio, como também produzem relatórios esporádicos, que o ajudam a não se surpreender negativamente no futuro.

2. Ter uma gestão eficiente da agenda

Não é novidade para ninguém que o controle da agenda é outro dos principais desafios na gestão de clínicas médicas. Ter atenção a esse aspecto é crucial, visto que atrasos e falhas de horários podem culminar em um paciente insatisfeito — o que é transformado em menores índices de fidelização e marketing espontâneo negativo.

O excesso de marcações, por exemplo, atrasa todos os processos do consultório, colocando em risco a reputação e a qualidade do serviço. Muitos espaços vazios, por outro lado, podem fazer com que você não consiga os rendimentos necessários para arcar com todas as despesas e acabe com um belo prejuízo no final do mês.

Por essas razões, um bom controle das demandas do consultório é crucial, ao passo que os agendamentos devem se alinhar à capacidade real dos profissionais de Medicina. Para chegar a um bom resultado nessa equação, o software de gestão pode ser uma boa opção, visto que permite uma agenda unificada e atualizável.

Com a ajuda dessa ferramenta, sua secretária poderá organizar tudo aquilo que estiver relacionado com a empresa e seus processos de maneira intuitiva e simples. A plataforma inclui o agendamento das consultas, o cadastro dos dados dos pacientes, seus prontuários, as informações financeiras e muito mais.

3. Contratar os melhores colaboradores

Não adianta ser um excelente médico e contar com toda a tecnologia do mundo no seu empreendimento se os colaboradores não forem de boa qualidade e não estiverem em perfeita consonância com os objetivos, os valores ou a missão da sua clínica. Tendo isso em vista, acertar na hora da contratação é muito importante.

Procure conversar bastante com os candidatos e fazer com que eles entendam, de verdade, o que é o negócio e quais são as atribuições que terão em seus possíveis futuros cargos. Além das informações óbvias do currículo, procure perceber se há uma sintonia entre vocês, visto que o entrosamento será fundamental para o sucesso.

4. Traçar metas e objetivos claros

Como vimos no tópico anterior, compartilhar os objetivos, os valores e a missão da empresa com os funcionários é muito importante para ter êxito no segmento de saúde. Entretanto, para que o seu consultório médico cresça, é fundamental que você mesmo tenha total consciência de qual é a sua meta.

Busque refletir sobre o que gostaria de atingir efetivamente, além de estipular em quanto tempo e de quais maneiras pode fazer isso. Nessa equação, precisam entrar:

  • a quantidade diária de pacientes;
  • o faturamento mensal necessário para ter lucro;
  • a realização de parcerias;
  • os investimentos futuros em planejamento ou estrutura (e muito mais).

5. Investir adequadamente em marketing

Investir adequadamente em marketing é mais um dos principais desafios na gestão de clínicas médicas. No entanto, com o advento da internet, essa tarefa ficou um pouco mais fácil. Mesmo que o seu negócio seja recente e esteja dando os primeiros passos, você pode apostar no meio digital como alternativa para fazer o seu merchandising.

O Facebook, por exemplo, é um poderoso aliado nessa empreitada, visto que se trata da maior rede social do globo. Ele possibilita que você crie uma fanpage sobre seu empreendimento ou gaste, de acordo com o orçamento disponível, no impulsionamento de anúncios pagos (que aparecem diretamente na página do seu público-alvo).

No entanto, é preciso prestar atenção em alguns aspectos. O Código de Ética Médica estipula limitações das quais o profissional não pode escapar. Uma delas é a de não utilizar fotografias de pacientes, mesmo com o consentimento deles. Divulgar preços e descontos também não é permitido.

6. Oferecer um atendimento humanizado

Por incrível que pareça, oferecer um atendimento humanizado acaba sendo desafiador até para um excelente médico em tempos tão corridos e estressantes quanto os de hoje. Com uma rotina atribulada e complexa, é possível que, mesmo com toda a boa vontade do mundo, você não esteja dando o seu melhor.

No entanto, vale ressaltar que a comunicação com o paciente precisa ser não apenas respeitosa, mas bastante empática — desde o acolhimento pelo recepcionista até a consulta propriamente dita. Se você não estiver conseguindo isso, talvez seja o momento de rever sua agenda ou, até mesmo, tirar uma folga.

Como vimos, são vários os desafios encontrados na gestão de clínicas médicas. Mas todos eles têm soluções estratégicas, capazes de melhorar os processos e serviços ofertados por seu consultório.

Gostou de conhecer as principais dificuldades percebidas na gestão de clínicas médicas? Ficou interessado em contar com uma boa ferramenta de gestão? Então, entre em contato conosco!

Responder

*

Next ArticleWhatsApp médico: conheça as vantagens e desvantagens de usar