reduzir faltas no agendamento

Saiba já como reduzir as faltas em consultas agendadas

Reduzir as faltas dos pacientes aos agendamentos é imprescindível para o bom funcionamento da clínica.

Consultas agendadas nem sempre são garantias de um consultório cheio e alta produtividade de serviços. Um dos maiores problemas que os gestores em saúde enfrentam são as ausências não comunicadas previamente pelos pacientes.

As consequências são diversas e desestruturam todo o processo que foi otimizado para garantir assistência clínica de qualidade e atender as principais demandas dos pacientes.

Além disso, a falta de responsabilidade do paciente em não comunicar um imprevisto provoca buracos na agenda e dificuldade de encaixar outros indivíduos. O desperdício de tempo e dinheiro nesses casos pode ser incomensurável e afetar a sustentabilidade da empresa.

Por isso, se você está procurando dicas de como reduzir as faltas em consultas agendadas, leia nosso post de hoje e mude sua rotina! Acompanhe conosco e boa leitura!

1. Faça ligações para confirmar a presença

É comum o paciente agendar uma consulta para os meses subsequentes devido à indisponibilidade imediata de agenda médica. Devido a essa situação, é comum ocorrer o esquecimento do compromisso firmado com o profissional de saúde.

Além disso, em alguns casos, os pacientes agendam consultas próximas a feriados e recessos legais sem se dar conta disso, o que pode facilitar sua desistência. No momento da marcação da consulta, não havia um planejamento de viagem, porém com o passar o tempo essa oportunidade se concretizou.

Esses comportamentos aliados ao estresse diário geram descuido por parte dos pacientes e indignação por parte da gerência administrativa do consultório. Por isso, uma ligação telefônica com alguns dias de antecedência pode reforçar a marcação da paciente ou optar por um remanejamento de horário.

Ao final da ligação peça a ele que, caso não possa comparecer, faça a gentileza de comunicar a clínica com, pelo menos, um dia de antecedência, pois assim poderá ceder a vaga para outros pacientes que também estão precisando de uma consulta.

Tendo em vista a mudança cultural dos indivíduos, em que o telefone celular está mais acessível e o telefone fixo é menos disponível ou nem existe em algumas residências, essa alternativa pode ser ineficiente em algumas situações. Deve-se pensar em estratégias mais dinâmicas e de fácil visualização pelos pacientes.

As formas mais comuns de se lembrar um paciente são, além das ligações telefônicas, são avisos via SMS e e-mails.

2. Conscientize sobre os atrasos da equipe clínica

Infelizmente, os atrasos são atitudes inapropriadas que são culturalmente absorvidos pela população. Todavia, em consultórios clínicos, a perda de horário pode ser conflituosa para ambas as partes.

De um lado, pacientes aguardam ansiosamente pelo atendimento médico e, quando os profissionais atrasam por motivos não clínicos, compromete-se toda a organização da agenda. Do outro lado, quando os pacientes se atrasam, os médicos precisam realizar um atendimento mais objetivo e os indivíduos ressentem a pouca atenção médica dispensada às suas necessidades clínicas.

Em ambos os lados do atendimento, tanto do médico quanto do paciente, os atrasos complicam e dificultam o atendimento.

Por isso, é importante estabelecer intervalos de horários compatíveis com o tipo de consulta que será prestada (primeiro atendimento, retorno, verificação de exames, etc) e reservar um tempo plausível entre as mesmas para evitar descontentamento geral.

3. Estabeleça boa relação terapêutica com o paciente

Manter uma relação terapêutica efetiva entre profissional de saúde e paciente é garantia de responsabilidade e respeito mútuo. Os envolvidos se sentem na obrigação de cumprir as metas clínicas e administrativas firmadas.

Entre elas, é importante citar o comparecimento assíduo e pontual do paciente aos atendimentos, aderir às condutas terapêuticas instituídas e dar uma opinião ao médico sobre a humanização das consultas.

É importante dizer ao seu paciente a importância da assiduidade e retorno à clínica

Ademais, uma boa relação terapêutica gera novas demandas devido a referências positivas propagada pelos pacientes, que adequarão suas condutas de confirmar sempre as consultas clínicas e chegar ao local com antecedência mínima para evitar atrasos.

4. Gerencie previamente as consultas agendadas

Em muitos consultórios, a política de agendamentos não é transparente, o que leva o paciente a pensar que se faltar sem avisar não haverá problema algum. Uma das soluções para esse problema é manter regras estabelecidas e informá-las para todos os pacientes.

O objetivo é educar o paciente e fazê-lo pensar duas vezes antes de marcar uma consulta em que talvez não possa comparecer, ou ao menos se preocupe em desmarcar com antecedência hábil, dando à clínica a chance de notificar alguém que possa estar esperando por uma vaga urgente.

Uma das formas de controlar os serviços clínicos ofertados nos consultórios se faz por meio de softwares médicos inteligentes.

Essas plataformas são eficientes em seus propósitos e possuem uma relação custo x benefício positiva frente aos desafios encontrados. No MedicalBox, por exemplo, a função destinada à marcação e confirmação de consultas agendadas, é possível enviar lembretes via SMS e e-mail aos pacientes.

Com a incorporação da tecnologia na vida cotidiana das pessoas, é normal que essa inovação chegue às instituições de saúde

Essa tarefa pode ser feita com 24, 48 horas ou até com 1 semana de antecedência, de forma a lembrar os pacientes para que programem suas atividades de modo a honrar com o compromisso feito, ou desmarquem a consulta e cedam o lugar para outros pacientes.

Com a implantação do sistema de gerenciamento e confirmação de consultas, será possível fazer um levantamento dos dias de maior movimento, remanejar horários para evitar grandes buracos na agenda e aperfeiçoar os serviços periodicamente.

Dessa maneira, a gestão estará bem controlada desde o ponto de partida, que se configura com a marcação de consulta, até a saída do indivíduo para marcar retornos subsequentes.

5. Saiba as receitas da sua clínica

Consultas agendadas e confirmadas são as primeiras receitas que devem ser contabilizadas em um consultório clínico, enquanto que as faltas e cancelamentos desestabilizam as atividades da empresa.

As principais dicas para reduzir as faltas nesses atendimentos é fazer ligações telefônicas para confirmar a intenção de comparecimento, estabelecer política de cancelamento, manter uma boa relação terapêutica e evitar atrasos também da equipe médica.

O software possui envio automatizado de lembretes das consultas por meio de SMS e e-mail, o que economiza o tempo e reduz os gastos com telecomunicação, sendo um diferencial para diminuir esse problema

Isso acontece, porque o sistema permite o envio de lembretes via e-mail ou SMS com até uma semana de antecedência e poderá avaliar a intenção de comparecer a consulta.

E você, ainda não sabe como reduzir as faltas em consultas agendadas? Avaliou nossas dicas e entendeu o que pode ser feito? Então, fique por dentro desses assuntos seguindo nossa página no Facebook!

ebook-cta-horizontal-04-atendimento

Responder

*

Next ArticleAtendimento em clínicas: como utilizar o WhatsApp a seu favor?